Os Primeiros Dias Após o Parto para a Mãe

Nov 07 , 2019

Eva Aleixo

Os Primeiros Dias Após o Parto para a Mãe

Alterações no Corpo

 

 

Puerpério é o período que transcorre entre a expulsão da placenta e o restabelecimento da mulher ao seu estado normal anterior à gestação, que geralmente se estende entre seis a oito semanas.

Imediatamente após o parto, o canal vaginal está muito dilatado, com as paredes inchadas e vermelhas. O diâmetro vaginal diminui à medida que os dias passam; o sangramento vaginal vai aos poucos perdendo a cor vermelha e ficando rosado, esse sangramento não deve assustar a nova mamã, pois é normal por causa da contração do útero durante a amamentação. Caso o sangramento continue após 40 dias, deve-se consultar um obstetra.

O puerpério imediato é considerado entre o primeiro e o décimo dia após o parto. Nessa fase a mulher começa a vivenciar a volta do organismo às condições físicas antes de engravidar. Em condições normais, o útero retorna ao seu tamanho prévio em aproximadamente quatro semanas. A amamentação é fundamental para essa regressão, pois quando o bebé mama é secretada uma substância chamada ocitocina que, além de ser responsável pela ejeção de leite, atua contraindo o útero, reduzindo seu tamanho e o sangramento pós-parto. Essa é a razão das cólicas que a mamã sente ao amamentar nos primeiros dias.

Assim como na gravidez, diversas modificações anatômicas e fisiológicas vão ocorrer no organismo materno durante esse período, em especial no que diz respeito ao aparelho reprodutor. Essas alterações ainda serão influenciadas pela ação dos hormónios na gravidez e também pelos que são produzidos durante a amamentação.

O útero terá de voltar ao volume normal nos próximos dias, e esse é o aspecto mais importante do pós-parto. Problemas na contração do útero podem acarretar sangramentos intensos (hemorragias) e até matar. Para que o útero volte ao seu tamanho, a ocitocina – um hormónio fabricado pelo hipotálamo – liberada durante o trabalho de parto e amamentação é essencial.

A mamã permanecerá internada na maternidade por um período de 36 a 48 horas depois do parto para avaliação quanto à contração uterina, função instestinal, produção de leite, ocorrência de infecção na ferida operatória ou na região do períneo. Depois disso, em partos normais, a mamã deverá ser reavaliada em até 42 dias após o parto.

Fique atenta para o aparecimento de febre, sangramento vaginal exagerado, dor ou infecção nos pontos da cesárea ou da episiotomia (pequeno corte na região da vagina), tonturas frequentes, mamas empedradas, procure imediatamente um serviço de saúde.

Fonte: Dra. Thatiana Mahet – Médica Pediatra